Boca do Inferno

Portinari não sabia dos belos estádios. Mas a pobreza continua igual.

Portinari não sabia dos belos estádios. Mas a pobreza continua igual.

Os senadores reelegem Renan pela terceira vez. Que insensatez! Cosas da política. Com ética paralítica. Para toda gente cética, reflexo de uma democracia raquítica. Para tornar menos complexo: o velho toma lá, dá cá. Perplexo. Vá lá. Se tem algo de bom, o que decerto não sei, é que pelo menos saiu Sarney. Que figura. Mas deixou representante a altura.

Do alto de sua cadeira, em fala derradeira, o presidente do bigode comemora sua gestão. Não pode. Assim não. Já não bastasse a bandalheira, tem de haver a brincadeira, da hipocrisia de todo santo dia, de um povo inteiro tripudiar? Não dá. Mas a ficha do sucessor faz jus ao senador. Quem se lixa? Peculato e falsidade ideológica. Pra que a lógica? Por entre aquelas galerias, ninguém crê em ideologias. Só no negócio estatal. Desde que renda capital.

Na capital do mundo, faltam empregos, medo grego de Obama. Que drama. E tira o sossego de toda a burguesia. Que agonia. Assim, aqui o dólar cai. O ministério – quanto mistério – diz que é assim que a coisa vai. Mas antes, quando o dólar ficou caro, tiveram despautério de dizer que isso era bom, é claro. E em que tom! Tranquilo de perceber que nada sei de economia, aflito por ver que quem devia sabe tanto quanto eu. Doeu. Melhor fechar a matraca, senão vamos ao fundo do poço. Banho de sal grosso, pra tirar a urucubaca.

Sal demais faz mal. Não faz Eike? Ai que sorrateiro. Como Antônio Conselheiro – às avessas – me apronta uma dessas. O rio vira mar. O mar vira exploração. E que se dane a população. Meio ambiente não é pra gente ribeirinha. Doce – ou salgado – veneno do escorpião, comentaria a especialista Surfistinha. Que só é citada nessa lista, como homenagem aos filhos das mães de mesma profissão.

Profissional é a mão-de-obra que falta na Amazônia. Que zona. Franca, pelo menos. Vamos importar médicos. Mesmo tendo mais faculdades de medicina que a China. Os doutores brasileiros sabem que o forte é não pagar salários. Não são otários. Haja passaporte, já que os gringos não conhecem o esquema. Quem está doente é o sistema. Falta prumo. E, sem rumo, é difícil achar o norte. Hão de culpar a sorte.

É a roda da fortuna. Gatuna, a megassena acumulou. Trinta milhões. Dá para fugir de tudo. Esquecer de tudo. Se o jornal deixar. O incêndio de Santa Maria continua queimando na mídia todo o dia. Com a devida exploração da dor alheia. Mas pra câmera não existe coisa feia. Incendeia. Fogo que não para de arder. Especialmente em Santa Catarina. É a violência na vitrina. Dizem as notícias que é desafio à polícia. Coisa de milícia. Certo que vai dar no estrangeiro. Quem diria, o Sul virou o Rio de Janeiro.

Embora no Rio já seja carnaval. E não importa o panorama nacional. Até a bandidagem tirou férias. Mesmo sobrando um pouco de miséria. Mas isso não vai dar matéria. Pelo menos, por ora. Só não vá decidir viajar agora. Já não mais há para onde ir. E antecedência cobra. A passagem de avião mais que dobra. Que seja. Pega uma cerveja. O patrocínio transborda seus lucros no samba. Escondendo gente bamba. É a folia só para a boa e velha burguesia. Vai virar Bahia. Abadá dentro da corda. Não dá. Acorda!

Aproveita e vê a conta. Mas não conta pro Jeróme Valcke, que o cartaz da Copa escondeu o Acre. Se não ele desaponta. Pelo menos alguma coisa já tá pronta. Com mais algumas intervenções, faltarão poucas ações. E muitos bilhões. Vem a Copa das Confederações. Quanta obra. Meu bolso se desdobra. Isso posto, toma mais um imposto. Que o povo se imponha! Até lá, aguardemos o reverso no país onde faltam verdade, honra e vergonha. Como já denunciava o verso.

Anúncios
Categorias: Cultura, Política, Sociedade | Tags: , , , , , , , | 6 Comentários

Navegação de Posts

6 opiniões sobre “Boca do Inferno

  1. Wallace ,
    esse texto vale 10 estrelas . Só foram computadas 03 . Em breve te mando um Brecht . Vc merece ! Parabéns !

  2. Walace Cestari

    Muito obrigado!

  3. Torna a definir o Transversos os maus modos de obrar na governança do Senado.

    Que falta neste Senado? … Verdade.
    Que mais por sua desonra? … Honra.
    Falta mais que se lhe ponha? … Vergonha.

  4. Caraca! Genial. Muito bom ler o que você escreve, Walace. Teu talento para encaixar as palavras é incrível. Palmas! rs 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.