Sobre vida

Crédito para rubenslp.com.br

O início disso tudo? Quem sabe?

Garganta embargada, choro represado, tremores. Vai passar. Nada demais. Está somatizando. Somatizando? Diz isso para o sono que a acompanha de dia e a abandona nas noites.

Na rua todos os sons incomodam profundamente. Buzinas, birras de crianças, briga de bêbado, carro do gás.

Em casa, o silêncio também é incômodo. Potencializa o que se passa nas casas vizinhas. TV ligada, ranger de cama, barulho de água derramada no copo.

Quer doidejar. Não enlouquecer. Suspira profundamente. Precisa de ar. Se revira na cama.

Em casa, o silêncio também é incômodo. Pensamentos em profusão, coração descompassado.

A mãe infartou aos 33. Está com medo. E o medo é a causa de todos os males.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Saiu. Voltou. Ele nem notou.

Tirou os saltos, banhou-se, deitou borrada.

Dormiram profundamente o sono dos fartos.

Fartos do dia, fartos da noite, fartos de tudo.

Acordou. Nem viu que ela estava nua. Que estava limpa.

Que se sentia suja. Que chorava.

A palavra é a última coisa que os abandona.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Estavam animados. Conversavam, conversavam, sorriam, sorriam, copularam.

Conversavam, sorriam, copulavam, copulavam. Dormiam.

Copulavam, sorriam, conversavam, dormiam. Copulavam, sorriam, conversavam, dormiam.

Copulavam, copulavam, copulavam, copulavam. Dormiam.

Conversavam, sorriam, copulavam, dormiam.

Dormiam. Dormiam. Dormiam. Dormiam.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Escancarava a alma. As pernas não.

Aprendeu desde cedo que precisava se preservar.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

A vida

Num átimo

A morte

Num átimo

A vida

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Anúncios
Categorias: Verso & Prosa | Tags: , , , , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: