Tiririca e a gaivota de Silvio Santos

Tiriricas

Palhaço Soneca, Clark Crente, Toninho do Diabo, Jack Chan da Motinha, Chiquinha, Bin Laden, Robin, Marquito, Chapolin… Assim segue a tiriricanização nestas eleições para as gaiolas do legislativo. A quase totalidade dos partidos faz uso dessas bizarrices de modo a alcançar o imenso eleitorado descrente com a tal democracia representativa. O antivoto em figuras canhestras tornou-se um fenômeno cooptado pelas legendas partidárias sem o menor constrangimento em saber que tal fato aprofunda a crise de representatividade política contra a qual nada, absolutamente nada foi feito. 
Centenas de milhares de pessoas foram às ruas exigir mais participação na vida política do país e as entidades que deveriam garantir esse direito constitucional fazem-se de moucas, apostando no antivoto e na suruba de cobra das alianças proxenetas. 
A grande malandragem dessa patifaria chama-se coeficiente eleitoral, que faz com que os milhares de votos de um Tiririca arrastem outros maganos de seu puteiro de alianças pra dentro do parlamento sem o quantitativo necessário. 
Quanta carga pode suportar o povo pra entender que essa democracia liberal é uma farsa?

Motel talibã

Um projeto de lei do deputado evangélico-talibã Josias Macieira quer obrigar as pessoas a apresentarem a certidão de casamento pra dar umazinha no motel. O projeto empata-foda conta com amplo apoio da bancada fundamentalista que quer coibir a livre trepada no Brasil.
Segundo o deputado talibã “a razão social dos motéis os permitem a fazer hospedagens de curta duração, no entanto o que vemos hoje é a prática da fornicação e da prostituição. Em defesa da família e dos bons costumes queremos coibir o avanço da sem-vergonhice neste país que já é tão profanado”.
O que vemos hoje é o charlatanismo praticado por vermes pestilentos travestidos de pastores. Em defesa do estado laico e da trepada libertária queremos coibir o avanço do fundamentalismo religioso neste país que já é tão avacalhado politicamente . 
Essa cruzada homofóbica e moralista precisa deixar em paz o cu alheio.

Baú da Infelicidade

Dentre todo lixo reciclável em forma de jornalismo, novelas, filmes e programas de auditório talvez não se veja na televisão cena tão abjeta quanto Silvio Santos jogando gaivotas de cédula na sua plateia como quem joga ração para porcos. O velho pulha do Baú da Infelicidade Alheia subjuga o auditório feminino, que se estapeia no chão para alcançar as notas. Tudo arquitetado como se o único objetivo e sentido da vida daquelas mulheres fosse correr atrás da moeda lançada por um velhaco repugnante e asqueroso.

Zé Colmeia

Apesar da demora inexplicável, descobriu-se mais um crime da puliçada sobre o caso Amarildo. Um laudo de exame de voz identificou a ligação de um PM fingindo ser o traficante Catatau. A ideia do Zé Colmeia da puliça era colocar na conta do tráfico o desaparecimento do pedreiro, torturado e morto pelos meliantes da UPP da Rocinha. 
A tortura e a morte são heranças dos porões da ditadura, sem as quais a PM brasileira perderia sua identidade orgânica.

Não existe amor no RJ.

Anthony Garotinho, Rosinha Garotinho, Clarissa Garotinho, Wladimir Garotinho, Sérgio Cabral, Marco Antônio Cabral, Jair Bolsonaro, Flávio Bolsonaro, Carlos Bolsonaro, Jorge Picciani, Leonardo Picciani, Rafael Picciani. 

Anúncios
Categorias: Sociedade | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: